f y i

Conheça técnicas mais naturais para alisar o cabelo

Apesar dos cachos estarem na moda, muitas mulheres adoram alisar os cabelos por ser mais prático e gostarem do visual dessa forma. Você se lembra daquela febre de alisamentos há alguns anos? Eles eram feitos principalmente com o uso de formol, uma substância perigosa para quem faz e para o profissional que aplica o produto, além de ser considerada cancerígena.

Mas hoje a tecnologia evoluiu e temos opções mais seguras para a saúde do que o uso do formol. Neste artigo, vamos mostrar algumas técnicas menos agressivas para alisar os fios e algumas dicas para mantê-los mais saudáveis. Continue lendo!

Técnicas mais indicadas

Existem várias opções de alisamentos disponíveis no mercado, tanto para quem quer deixar os fios muito lisos ou apenas com menos volume. Vamos, agora, listar as mais indicadas:

Escova inteligente

Essa técnica utiliza substâncias que deixam o cabelo mais forte e com brilho, como o óleo de argan, queratina e lanolina, para alisar e diminuir o volume, sem deixar muito liso. Uma das suas vantagens é que ela pode ser feita em cabelos tingidos e o retoque é necessário a cada 2 a 3 meses.

Escova americana

Se você tem cabelo crespo ou quer deixá-los bem lisos, a melhor opção é a escova americana! Ela utiliza o hidróxido de guanidina para mudar a estrutura do fio, tira o volume e faz um alisamento definitivo.

Plástica dos fios

Ela é uma boa opção para quem não quer um efeito muito liso, mas busca algo para diminuir o volume e o frizz. Contém aminoácidos, arginina e açaí que reconstroem o fio, melhorando sua elasticidade. A plástica dos fios é bastante indicada para quem tem cabelos danificados ou sensíveis.

Cuidados antes do alisamento

Para ter melhores resultados, cuidar dos fios antes de fazer o alisamento é fundamental, especialmente se o seu cabelo está ressecado ou danificado, pois ele precisa estar forte para receber a química. Faça hidratações, utilize óleos para nutrir os fios e não esqueça de usar um protetor térmico antes secador e chapinha para proteção.

Outra dica importante é conversar com o seu cabeleireiro ao decidir qual será a técnica aplicada. Tire todas as suas dúvidas e avise se você pinta, descolore ou já fez algum procedimento nos fios porque a química do alisamento precisa ser compatível com as que já estão no seu cabelo, senão há um grande risco de prejudicar a saúde e até causar a queda do seu cabelo.

Não esqueça de fazer o teste de mecha e prova de toque sempre que for utilizar um produto químico! Eles são muito importantes para verificar o risco de alergia, sensibilidade e a resistência do fio. O teste de mecha verifica quanto tempo o seu cabelo pode ficar exposto ao produto e se ele está preparado para aquele procedimento, enquanto que a prova de toque é utilizada para checar o risco de alergias, coceiras na pele ou irritação.

Cuidados após o alisamento

Agora que o cabelo está do jeito que você queria, é recomendado ter alguns cuidados para que o resultado dure mais tempo. Use produtos específicos para cabelos com química e continue com a rotina de fazer, pelo menos, uma hidratação semanalmente ou até começar a fazer um cronograma capilar.

Além disso, evite usar shampoos antirresíduos com frequência, pois eles fazem uma limpeza profunda e vão retirando aos poucos a química do cabelo, fazendo com que o seu alisamento dure menos.

Para alisar os cabelos e ficar ainda mais bonita, não é preciso abrir mão da saúde! Existem várias técnicas mais naturais e que promovem diferentes resultados para fazer a escolha que mais combina com você. E não deixe de procurar um profissional capacitado para fazer a sua transformação, ok?

Agora que você já conhece as técnicas, conta aqui nos comentários qual delas você quer fazer!


Autor: Bothânico Hair
Data da postagem: 08/06/2018
Tags: , , ,


Notícias Relacionadas

Você sabe qual
produto usar?

Descubra sua
linha ideal

Cadastre e fique por dentro das nossas novidades